BOTOX VERSUS CIRURGIA PARA CONTROLE DE SUOR EXCESSIVO: QUAL O MELHOR?

A aplicação de Botox para hiperidrose consiste na aplicação de microinjeções de substância botulínica na região em que há produção de suor excessivo.

O procedimento é, geralmente, indolor, leva em média 45 minutos, e após, o paciente tem vida normal, só precisa ficar sem fazer exercícios físicos por 4 horas, sem dores, sem limitações.

O efeito no controle do suor inicia em 3 dias, e em 14 dias fazemos uma revisão para quantificar a melhora e aplicar mais produto caso necessário.

Super tranquilo né?

Esse procedimento só tem dois ‘’poréns”, que são vistos como pontos negativos, mas na verdade não são: não reduz 100% o suor, mas reduz em média 90%; não dura para sempre: na bula é descrito como durabilidade de 90 dias, tenho pacientes que dura 8 meses, mas a média é de 6 meses, sendo reaplicado geralmente duas vezes ao ano. Esses “pontos negativos” são, na verdade, os pontos muito positivos e que tornam o botox a melhor opção!

CIRURGIA SIMPATECTOMIA

Esse é o “nome feio” para a cirurgia feita nos casos de hiperidrose. É o único tratamento definitivo e que cessa completamente o suor nas mãos, pés e axilas. Isso acontece pois o médico interrompe (corta) os nervinhos (gânglios T2, T3 e T4 da cadeia simpática dorsal superior ou inferior) que estimulam as glândulas sudoríparas (que produzem suor) na região alvo, assim, sem estímulo, o suor não aparece, para sempre!

Bom né? Talvez não seja tanto…

O suor é produzido pelo corpo com o objetivo de resfriar o tecido, de equilibrar temperaturas, e para o corpo não é normal não suar, então, ele pode compensar essa produção em outro local, tentando a todo custo voltar para o equilíbrio (produção de suor em tudo). ele não entende que tu fez a cirurgia “por querer”” e outras regiões que não suavam ou suavam pouco, podem passar a suar em excesso causando outros problemas.

Essa compensação, que é irreversível, esse “efeito rebote ” não ocorre com o uso do Botox, pois um pouco de suor ainda é produzido, e o efeito não é para sempre, então não “assusta” o organismo, e tudo fica em equilíbrio!

Além disso, a cirurgia é feita em hospital, com anestesia geral, e pode gerar complicações e efeitos colaterais, além de exigir tempo de recuperação e ainda, pode ocorrer lesão em nervinhos próximos, gerando outros problemas “mais graves”.

Já imaginou parar de suar nas axilas e passar a suar constantemente e em excesso nas costas ou bumbum? Com o Botox isso não ocorre, e o procedimento é super tranquilo… bem melhor né?

Júlia Schuch

Biomédica Esteta – CRBM-5: 5339
Publicado dia 06/02/2024
17/04/2024

Como evitar a face doentia, envelhecida, com ar de cansaço e “derretida” após o emagrecimento!

Rosto de bariátrica ou ozempic: emagrecimento e face envelhecida   Emagrecer: eis um objetivo que grande parte da população tem ou terá em determinado período da vida. E para isso, várias estratégias são amplamente utilizadas, componentes químicos são estudados e […]

02/04/2024

7 passos para cuidar da pele após aplicação do Laser LAVIEEN

O tratamento com laser é uma das melhores opções para quem quer se manter bem, com a pele jovem, usando pouca ou nenhuma maquiagem, minimizando ao máximo rugas, linhas, poros dilatados, acne, cicatrizes e manchas. No entanto, além da aplicação […]

27/03/2024

BB laser ou LAVIEEN: tudo sobre o laser o queridinho do momento que gera efeito BB cream em pele e melasma!

O laser mais procurado no google nos últimos 6 meses, o equipamento LAVIEEN utiliza-se de uma tecnologia de laser Thulium, com comprimento de onda de 1927nm, sendo menos agressivo para pele quando comparado a outros tipos de lasers, o que […]

saiba mais

Conheça as Tuas opções para o seu autocuidado e bem-estar